18/08/2018 às 18:03 Passeio Fotográfico

11ª Semana da Fotografia: Um passeio pelas exposições do Centro Cultural

172
3min de leitura

“É a fotografia que segura relógios, retorna calendários, faz do passado presente, num instante. (...) Fala da finitude das coisas, da velocidade, da vida. (...). Fala, fotografia! Dá notícias do homem em seu difícil trajeto”. As palavras de Luis Humberto no livro “Fotografia, a poética do banal” tratam de alguns dos tantos poderes e encantamentos que a fotografia possui e produz.

Até início de setembro, diferentes conceitos e propostas ligadas à fotografia podem ser apreciadas pelo público de Caxias do Sul. As exposições fazem parte da 11ª Semana da Fotografia, que ocorre em vários lugares da cidade como museus, centros culturais, bares e cafés. O Centro Cultural Ordovás recebe cinco mostras, com propostas artísticas e também políticas, lembrando ao visitante a conexão, sempre presente, entre arte e política.

Na Galeria das Artes do Centro Cultural, a exposição “Portas pelo mundo”, de Fabio Grison, exibe fotos coloridas de mais de 30 portas de dez diferentes países como Brasil, Alemanha, Inglaterra, Holanda e França. Os designs de cada uma, as cores, os detalhes decorativos e os mistérios que cada porta guarda atraem o olhar e despertam a imaginação visto que não há como saber o que aquelas portas protegem. “As portas são sempre um mistério do que tem por trás, protegem, asseguram, permitem, bloqueiam e revelam. Elementos da arquitetura, as portas permitem revelar características de povos e épocas, culturas, costumes e tradições”, diz Grison, no texto de apresentação do ensaio.

Seguindo pelo Centro Cultural, o visitante se depara com a exposição “Ocupação Saraí”, de Leonardo Savaris. São fotografias de moradores da ocupação, localizada num prédio do centro de Porto Alegre. O objetivo do ensaio é apresentar alguns dos moradores e chamar a atenção ao direito à moradia. O prédio é ocupado há nove anos. Desde 2013, a atual ocupação, com mais de 20 famílias, resiste às tentativas de despejo e cobra do governo do Estado a conclusão do processo de desapropriação definitiva do imóvel.

Ao lado das imagens da ocupação, estão as fotografias da exposição “Ideologias Comestíveis”, de Mayara Linhar. A artista, que é vegana, resolveu retratar as diferenças de cardápios de almoço entre ela e uma colega, no período de uma semana. As fotos despertam a observação dessas distinções e fazem o público pensar sobre o que se come e sobre os preconceitos que existem acerca de outras opções alimentares da atualidade, como o veganismo e o vegetarianismo. No texto de apresentação das fotos, Mayara destaca que há muito desconhecimento sobre hábitos alimentares que não contenham carne e que são nutritivos e variados, sem causar grande impacto ao meio ambiente.

O passeio encerra-se com um olhar sobre as exposições “Minimalism Collection”, de Bárbara Montavon, com fotografias de paisagens urbanas e bucólicas com transferência de imagem em madeira de forma artesanal,  e o “Projeto Nudus”, de Symon William Mendes, que mostra representações e formas do corpo masculino.

Todas as exposições do Centro de Cultura Ordovás tem entrada gratuita e podem ser visitadas, até início de setembro, de segunda a sexta-feira, das 9h às 22h, e nos finais de semana e feriados, das 16h às 22h.

Fotografias por Jessica Melinda e texto por Silvana Dalmaso

18 Ago 2018

11ª Semana da Fotografia: Um passeio pelas exposições do Centro Cultural

Comentar
Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Copiar URL

Tags

11ª Semana da Fotografia caxias do sul Exposições Fotografia

Quem viu também curtiu

09 de Mar de 2020

EDGAR DEGAS (1834-1917)

12 de Nov de 2018

2018: o ano em que Caxias retrocede no investimento em cultura

20 de Ago de 2018

Sexta Aberta e musical no Centro Cultural Ordovás